Discussões inúteis de vereadores irritam moradores em Tupãssi

Situação virou motivo de chacota e indignação por parte dos cidadãos que acompanhavam sessão na Câmara

Por Redação 05/09/2019 - 17:13 hs
Foto: Câmara de Tupãssi

O Município de Tupãssi vive um momento delicado em várias áreas, reflexo da atual situação de austeridade que o Brasil atravessa e que se reflete nos municípios. Por isso, moradores têm acompanhado as sessões da Câmara Municipal na esperança de buscar soluções para melhorias na saúde, infraestrutura, abastecimento, entre outras áreas...

Porém, ao contrário do que se espera, o Legislativo por vezes tem sido palco de discussões pouco produtivas e, muitas vezes, até fora da realidade, o que tem deixado muitos munícipes indignados.

O último exemplo veio da sessão dessa segunda-feira (2). O vereador José Vanderlei dos Santos (Zezinho) protagonizou uma situação que virou motivo de chacota e indignação por parte dos cidadãos que acompanhavam a sessão.

Ao invés de falar sobre os projetos importantes da ordem do dia, entre eles, sobre o Plano Diretor do Município, o parlamentar decidiu usar a tribuna para exigir mais ‘fotos’ e publicidade aos vereadores, quando eles estiverem em eventos.

O vereador disse ter ficado ‘chateado’ por não ter sido fotografado em um evento que sequer era promovido pelo município, mas sim por um clube da cidade.

 “O vereador ficou que nem uns tonto lá sentado (sic). Tivemos que tirar fotos com o celular”, protestou o parlamentar.

Não bastasse o protesto inusitado, Zezinho foi além e cobrou da Prefeitura uma maior “divulgação” dos vereadores, mostrando ignorância com relação à independência dos dois poderes e também dos problemas ao acarretar aumento de despesa para órgãos do Executivo.

O discurso do parlamentar gerou reação imediata de pessoas que acompanhavam a sessão.

Pelas redes sociais, a moradora Izabel comentou: “Parem de querer se aparecer e procurem o que fazer. Vão visitar o Posto de Saúde e o Hospital”, escreveu ela, sendo apoiada por outros moradores.

“Se vocês ficaram chateados por não serem lembrados, imagina o povão?”, comentou outro cidadão.

DISCUSSÕES IMPRODUTIVAS

Não é a primeira vez que a Câmara de Tupãssi se torna palco de discussões que não são úteis e nem se revertem em benefícios para a população.

De cobranças ao prefeito por não ter ido a festas de igreja, até sugestões de fechar a Sala do Empreendedor, sem contar as ‘fotos’ do vereador Zezinho.

Tudo isso em um momento em que a população, mais do que nunca, anseia por um trabalho efetivo de seus parlamentares e que se reverta em benefícios reais ao município.

Texto: Tupãssi News