De 1500 a 2021: veja como a comunicação evoluiu no Brasil

Faça uma viagem pela linha do tempo das telecomunicações

Por Redação 03/05/2021 - 15:03 hs
Foto: Acervo/Arquivo Nacional

O fio invisível do tempo interliga os caminhos tecnológicos das telecomunicações no Brasil. Foi pelo avanço dos meios e das plataformas que a garantia de cidadania em um país do tamanho de um continente se tornou mais visível, ainda que não possamos enxergar as ondas eletromagnéticas, como ocorrem as conexões digitais ou as "nuvens" que passaram a armazenar a recordação do tempo. Confira o caminho percorrido pela comunicação nestes 521 anos.

Antes de 1500 era predominantemente oral. Há registros rupestres do período. A carta a "el-Rei Dom Manoel sobre o achamento do Brasil"' foi escrita em 1.º de maio de 1500, em Porto Seguro, Bahia. No Brasil, ela é publicada somente em 1817.

A Imprensa Régia foi criada em 13 de maio de 1808, dia do aniversário do príncipe regente D. João (1767-1826). Primeiro jornal brasileiro feito por Hipólito José da Costa em Londres. Foi editado o primeiro jornal da colônia americana: a Gazeta do Rio de Janeiro, pela Imprensa Régia.

O rádio conectou o Brasil, oficialmente, em 7 de setembro de 1922, nas comemorações do centenário da Independência do país.O empresário Assis Chateaubriand inaugura a TV Tupi e aproveita a linguagem da rádio em 1950. A bitnet conectava, por meio de um fio de cobre dentro de um cabo submarino, a Fapesp ao Fermilab (Illinois, EUA), laboratório de física especializado no estudo de partículas atômicas, tendo internet nas universidades.

A primeira chamada, no Rio de Janeiro, em 30 de dezembro de 1990, era só a ligação pioneira para as infinitas interconexões que essa evolução tecnológica provocaria.

Embratel lança Serviço Internet Comercial, em caráter experimental e com conexão internacional de 256 Kbps. Cinco mil usuários foram escolhidos para testar o serviço, e começava assim a comercialização da internet.

Na noite de 2 de dezembro de 2007 era realizada a primeira transmissão oficial de sinal de TV digital no Brasil. E realiza-se leilão das faixas de frequências para uso do 3G, o que viabilizou a expansão dessa tecnologia de dados em território nacional.

Tecnologia 4G começa a ser implementada nas capitais que receberiam a Copa do Mundo de 2014. Em 2021 a Anatel aprova edital do leilão das faixas de radiofrequência para a prestação de serviços de telecomunicações por meio de 5G no Brasil.

Agência Brasil