Unioeste/Francisco Beltrão: Medicina recebe mais de R$ 4 mi para construção de ambulatório

O reitor da Unioeste, Alexandre Webber, disse que o grande gargalo da saúde é a média complexidade, pois à atenção básica está bem atendida pelos municípios

Por Redação 03/05/2021 - 14:35 hs
Foto: Assessoria da Prefeitura de Francisco Beltrão

Na manhã desta sexta-feira (30) o presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, Ademar Traiano e o superintende de Ciência Tecnologia e Ensino Superior, Aldo Nelson Bona, representando o Governo do Estado, fizeram a entrega ao Campus de Francisco Beltrão da Universidade Estadual do Oeste o Paraná (Unioeste), de recursos no montante de 4 milhões e 100 mil reais para a construção do ambulatório que atenderá o curso de Medicina.

Na ocasião o deputado Ademar Traiano enfatizou todas as conquistas que obteve em a parceria da comunidade acadêmica e da região Sudoeste na implantação do curso de Medicina até a construção da estrutura predial e, agora, os recursos para a construção do ambulatório. “Fiz uma ampla negociação para a criação do curso de Medicina com apoio de toda a comunidade organizada, fui atrás dos recursos para a construção dos prédios do curso no valor de 16 milhões e restou então o ambulatório que é uma das partes mais importantes da estrutura, porque o aluno começa a fazer a prática e vai atender a população que precisa do atendimento. Fico orgulhoso em saber que estamos oferecendo um curso de excelente qualidade com três turmas formadas e que o curso é de excepcional e que tem grandes mestres”.

O superintende Aldo Bona, por telefone, ressaltou que esse momento é muito importante para Unioeste pois esse ambulatório deve atender às necessidades do curso de Medicina mais acima de tudo atenderá a população de toda a região Sudoeste. “O deputado Traiano é grande padrinho da consolidação do curso de Medicina no Campus de Francisco Beltrão, sendo que R$ 2 mi 100 que foram repassados são de emenda parlamentar e o restante da Seti”, explicou ele comentando que ainda que “essa obra sem dúvida nenhuma colocará o curso de Medicina no novo patamar mas colocará também toda a região Sudoeste num novo patamar de atendimento de saúde possibilitando que várias especialidades possam estar à disposição da população. Esse é um esforço coletivo e uma orientação clara do nosso governador Ratinho Júnior para que se priorize obras inacabadas, mas tudo isso se tornou possível ao comprometimento do deputado Traiano com a Unioeste e sobre tudo com a comunidade do Sudoeste. Essa é uma grande conquista para região”, finaliza

Para o reitor da Unioeste, professor Alexandre Webber, o Sudoeste deve muito ao deputado Traiano que sempre esteve à disposição para resolver e atender às demandas da Instituição. “Essa conquista do ambulatório é essencial mais que para o curso de Medicina da Unioeste é para a região Sudoeste”, frisa.

Alexandre disse ainda que o grande gargalo da saúde é a média complexidade, pois à atenção básica está bem atendida pelos municípios, existe uma rede hospitalar fortalecia comprovada nestes tempos de pandemia. “Esse ambulatório tem o dever e a tarefa da média complexidade, da atenção especializada, isso é fundamental para fechar todo sistema de saúde e, agora, além do curso de Medicina que forma profissionais qualificados, com esse ambulatório também vai atender o curso de Nutrição.

O diretor do Campus de Francisco Beltrão, professor Adilson Carlos da Rocha, salientou que a articulação da Unioeste com as lideranças políticas potencializou a liberação de recursos mesmo em plena pandemia. “É um momento de felicidade de conquista já logo no segundo ano da nossa gestão conseguir a liberação desse recurso para construção de uma obra tão importante na formação dos alunos dos cursos de Medicina e Nutrição e para a população do Sudoeste”

O prefeito de Francisco Beltrão, Cléber Fontana, também enfatizou os esforços para concretização desse projeto. “Esta obra vai nos auxiliar de maneira muito forte neste momento que estamos sobrecarregados devido a pandemia. O curso de Medicina foi uma grande conquista e um grande marco na nossa história mas aproximação com a comunidade a efetivação do trabalho vai acontecer com esse ambulatório nós não temos como mensurar quantas pessoas serão atendidas e o quanto vai auxiliar os municípios próximos a Francisco Beltrão é um passo importantíssimo o nosso ambulatório. Em pleno ano de corte orçamentário estamos vendo o anúncio de verbas para uma obra de grande importância para comunidade”, disse.

Já o presidente da Associação dos Municípios do Sudoeste, prefeito Nilson Feversani, comentou que receber esse benefício não atender apenas a cidade Francisco Beltrão mas todo o Sudoeste. “O novo ambulatório irá beneficiar não somente Francisco Beltrão mas todos os municípios da região Sudoeste”. Também estiveram presentes no evento o vice-reitor da Unioeste, Gilmar de Mello, a diretora do Centro de Ciências da Saúde, Franciele Caovila Follador, o vice-prefeito Antonio Pedron, o secretário municipal de Saúde, Manoel Brezolin, os vereadores Jean Emiliano, Oberdan Saretta, Silmar Gallina e Tupi Prolo.

Cursos de saúde do campus ganham nova estrutura

O Curso de Medicina do campus de Francisco Beltrão foi criado em 2013 e oferece 40 vagas, assim como o curso de Nutrição, criado em 2015, oferta 40 vagas.

Segundo a diretora do Centro de Ciências da Saúde do Campus de Francisco Beltrão, Franciele Ani Coavilla Follador, o ambulatório que será multifuncional também atenderá o curso de Nutrição. “Imaginamos que faremos vários convênios com os municípios da região afim de auxiliar, dentro das especialidades médicas e dentro da questão nutricional, no atendimento aos pacientes podendo assim diminuir as filas dos centros de especialidades. Estamos localizados numa região da cidade que tem sido vista como área de saúde e agora com o ambulatório vamos integrar esse conjunto de saúde”.

Assessoria