AME: fisioterapia motora ajuda a desenvolver pequenos movimentos do Super Vini

Com quatro fisioterapias na semana, Vinicius de Brito Samsel já consegue ficar sentado

Por Redação 07/04/2021 - 18:18 hs
Foto: Assessoria

O pequeno Vinícius de Brito Samsel vive um drama com a sua família e diversos amigos. Aos quatro meses, após diversos sintomas, ele foi diagnosticado como sendo portador de Atrofia Muscular Espinhal (AME), tipo 1, o grau mais severo.

Essa doença prejudica todos os músculos, a capacidade respiratória e também a ingestão de alimentos. Os portadores da AME têm baixos níveis da proteína que possibilita os movimentos, a SMN.

Para ajudar o pequeno a ter uma boa qualidade de vida, um dos primeiros passos dados pela equipe médica e os pais Rayane de Brito Pereira e Welton Douglas Samse foi o início das fisioterapias: motora e respiratória.

A fisioterapia motora tem como objetivo ajudá-lo a desenvolver mais movimentos, força e coordenação. Segundo a fisioterapeuta Camille Alves Leuterio, nas primeiras sessões o Super Vini apenas abria e fechava os olhinhos, mexia pouco a cabeça, os braços e as pernas.

Atualmente ele já consegue ficar alguns minutos sentados, pega seus brinquedos e faz alguns movimentos com ajuda da profissional ou de órteses, que são aparelhos para segurá-lo nas posições. Além disso, os exercícios contribuem para que ele tenha controle também da movimentação do pescoço e role quando está deitado, ações simples para a maioria dos bebês de 1 ano e 2 meses, mas que antes não eram executadas por ele.

A fisioterapia acontece quatro vezes por semana: na segunda-feira, quarta-feira, sexta-feira e no sábado.

Camille conta que o medicamento Spinraza tem contribuído com o desenvolvimento e fez com que o Vini ganhasse força, ajudando principalmente a manter tudo que ele já conquistou. Mas o que pode salvar a vida do pequeno Vinicius é o remédio mais caro do mundo: Zolgensma.

O medicamento é considerado uma terapia gênica, que é um procedimento em que são feitas modificações genéticas em células. As modificações acontecem por meio da inserção de um gene funcional dentro da célula que substituirá o gene defeituoso e promoverá a produção de proteínas corretamente.

Mesmo depois de tomar o Zolgensma, o pequeno deverá continuar com as fisioterapias motoras já que as sequelas ficam, mas a evolução do caso é interrompida.

Você pode ajudar o Super Vini a vencer a AME fazendo uma doação de qualquer valor para o PIX 153.989.019-82.

Contelle