Coleta seletiva de lixo garante renda para famílias de recicladores em Cascavel

A coleta seletiva é realizada de duas formas: através dos caminhões da OT Ambiental e dos caminhões cedidos pelo município para as cooperativas credenciadas instaladas nos Eco pontos

Por Redação 07/04/2021 - 18:11 hs
Foto: Assessoria

A coleta seletiva  de lixo em Cascavel é feita por meio do programa “Reciclar é preciso”. Uma vez por semana, o caminhão do programa passa nos bairros recolhendo as bolsas de ráfia que são entregues aos moradores para o acondicionamento do material reciclável, que é levado para os Ecopontos, onde é feita a classificação, prensagem e comercialização.

Todo este trabalho tem como objetivo consciencializar a população sobre a importância da reciclagem dos resíduos domésticos.

O trabalho da coleta seletiva é realizado em cascavel de duas formas:  por meio dos caminhões da OT Ambiental, que é uma empresa terceirizada e ainda pelos caminhões cedidos às cooperativas credenciadas instaladas nos ecopontos.

Todo o material reciclável  coletado  é direcionado aos Ecopontos, que são barracões construídos nos bairros Melissa, Quebec, Santa Cruz, Brasília,  Cascavel Velho e Rua Manaus .

A população deve ficar atenta aos dias e horários que os caminhões realizam a coleta dos recicláveis, depositando em frente à residência seus resíduos  secos e limpos acondicionados dentro das bolsas de ráfia disponibilizadas pelo município.  “Distribuímos a bolsa, casa a casa, porta a porta e aí passa o caminhão uma vez por semana recolhendo o material reciclado. Na cooperativa, o lixo reciclável é descarregado, feita a triagem, separação, prensagem  e fazemos o rateio para os cooperados. O material é o  pagamento, o salário,  o rateio das 55 famílias que trabalham na cooperativa. Sem este material a gente não tem renda”, explicou Márcia Regina de Oliveira, presidente da Caremel, cooperativa que faz a gestão do Ecoponto do bairro Melisssa.

Padrões

A responsável pela divisão de educação ambiental da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, Indialara Rossa, disse que a coleta em casa precisa  seguir  alguns padrões. “ É necessário que as famílias façam a separação do lixo seco  dos resíduos orgânicos e coloquem em sacos de ráfia que são disponibilizados pela Sema e recolhidos pelos caminhões do Ecolixo e OT Ambiental”.

No bairro Florais do Paraná a coleta é feita toda a quarta feira pela equipe da Josiane, Cleide e Thalia. Elas se encarregam de recolher as bolsas e deixar outras para os moradores.” É muito importante que a população nos ajude fazendo a separação do lixo reciclável. Sem este material não podemos trabalhar e ficamos sem renda para sustentar nossas famílias”, disse Josiane Nunes Lima, recicladora.

A dona Glaci Oliveira, é uma dona de casa  consciente, ela faz a separação  corretamente “porque eu sei a importância deste  material para  as famílias. Aqui em casa a gente tem este costume, e toda a quarta feira  o caminhão passa , recolhe o material que agente separou e deixa outra bolsa de ráfia para nós”.

Coleta de volumosos

Além da coleta de materiais recicláveis, a prefeitura de Cascavel, através da Secretaria de Meio Ambiente, disponibiliza para a  população a coleta de resíduos volumosos (sofás, eletrodomésticos de grande volume, móveis em geral) através de agendamento prévio pelo telefone 3902 1392”, finalizou o secretário de Meio Ambiente, Ney Havertoh.

Assessoria