Aulas remotas são analisadas positivamente por alunos e docentes

Este formato iniciou no dia 17 de agosto da Universidade Estadual do Oeste

Por Redação 15/10/2020 - 17:32 hs
Foto: Assessoria

O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) se reuniu nesta quinta-feira (15) para analisar as aulas remotas direcionadas aos alunos matriculados em disciplinas oferecidas nesse sistema de ensino.

Desde o dia 17 de agosto, quando este formato de aula foi iniciado, também se firmou um compromisso de monitorar como todos lidariam com a nova ferramenta de ensino e foi isso que foi apresentado durante a reunião do Conselho “Foi um período de grande importância, realizamos a pesquisa entre os dias 30 de setembro e 07 de outubro e podemos dizer que foi satisfatória. As repostas variaram entre ótimas, boas e regulares para perguntas direcionadas sobre a plataforma, dinâmica das aulas, por exemplo”, explica o pró reitor de graduação Eurides K. Macedo Jr.

A reunião também trouxe questões como o fato dos cursos das áreas de saúde terem sido liberados para retomarem as aulas práticas, seguindo algumas regras como distanciamento e higiene e ratificou que nesse momento não há previsão de retomada das aulas presenciais para os demais cursos " A liberação é bem clara, somente para os dois últimos anos dos cursos das áreas de saúde, por enquanto não há nenhum vislumbre de retorno das aulas teóricas presenciais tão logo. Ainda não há possibilidade de retomada das aulas presenciais, nesse momento", explica o reitor da Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Alexandre Webber.

Calendário

Outra discussão que começou a ser debatida, mas ainda de maneira inicial, é o andamento do calendário acadêmico. Os conselheiros da Unioeste começaram a traçar planejamentos que atendam às necessidades para a conclusão deste ano de 2020, já pensando numa proposta para a readequação do calendário no formato remoto com possibilidade de práticas presenciais. Essa discussão será retomada na próxima reunião do Conselho.

Central de Notícias Unioeste