Seja bem vindo
Cascavel,04/02/2023

  • A +
  • A -
Publicidade

Faturamento da Coopavel cresceu 10% em 2022

Informações foram apresentadas durante Assembleia Geral Ordinária, na manhã de quarta-feira (18), em Cascavel


Faturamento da Coopavel cresceu 10% em 2022 A AGO foi realizada na manhã de quarta-feira (18), no auditório da cooperativa. Foto: assessoria.

A geopolítica mundial e as oscilações de mercados fizeram de 2022 um ano particularmente desafiador para o agronegócio brasileiro. Mesmo assim, o faturamento da Coopavel no exercício foi 10% maior em comparação ao do ano anterior. Essa foi uma das informações apresentadas pela diretoria durante Assembleia Geral Ordinária, na manhã de quarta-feira (18), em Cascavel, na presença de cooperados e autoridades.


“Precisamos contar com a solidez de nosso planejamento e com a estruturação e segmentação dos negócios da cooperativa para enfrentar, e com bons resultados, os desafios impostos pelo ano de 2022”, destacou o presidente Dilvo Grolli. Os principais motivos que fizeram desse um ano complicado à gestão das empresas foram os resquícios da pandemia, os reflexos da guerra entre Rússia e Ucrânia, que chega há um ano, e oscilações no mercado internacional de carnes.


O faturamento da Coopavel em 2022 foi de R$ 5,43 bilhões contra R$ 4,94 bilhões do exercício anterior. “Apesar das dificuldades, destinamos R$ 367,3 milhões a investimentos, isso representa mais de R$ 1 milhão por dia ao longo do ano passado, preparando a cooperativa para um cenário de mudanças importantes e de também oportunidades”, conforme Dilvo. O lucro obtido no período foi de R$ 103 milhões.


No último dia útil de 2022, a Coopavel tinha em seus quadros 6.968 cooperados e 7.118 colaboradores. A produção da indústria de sementes foi de 493,8 mil sacas, a da indústria de fertilizantes de 122,2 mil toneladas e a da indústria de esmagamento de soja de 263,4 mil toneladas. A indústria de rações, por sua vez, produziu 520,1 mil toneladas, o moinho de trigo 162,7 mil toneladas e as produções das indústrias de fertilizantes foliares e de produtos de higiene e limpeza, respectivamente, foram de 830 mil e 176,3 mil litros.


A AGO apresentou números detalhados do balanço patrimonial e aprovou também as metas para 2023, com projeção de faturamento de R$ 6,5 bilhões. Os principais objetivos da Coopavel para este novo ano são ampliações, melhorias e construção de novas filiais, de novas indústrias de insumos e industrialização de grãos e melhorias na estrutura organizacional e financeira.


A Assembleia Geral Ordinária elegeu, por aclamação, os integrantes do novo Conselho Fiscal da Coopavel, com mandato no ano de 2023. Os novos membros são os seguintes: Darcy Antônio Liberali, Gustavo Riepenhoff, Júnior Antônio Brandini, Luis Felipe Orsatto, Luiz Boni e Valdérico Jorge Mantovani.


Cooperação


O presidente do Sistema Ocepar, José Roberto Ricken, participou da AGO da Coopavel e deu um recado de otimismo aos presentes: “A hora exige ainda mais trabalho e determinação. O cooperativismo é uma mola fundamental ao processo de desenvolvimento do País e o Paraná é um modelo em organização e bons resultados”. Ricken lembrou que as cooperativas do Estado têm dez mil vagas abertas e que os investimentos em novas agroindústrias, considerando outras empresas e incentivos, estão estimados em R$ 30 bilhões.


Em função de acontecimentos que afetam todo o mundo, o ano de 2022 foi realmente de dificuldades, mas mesmo assim de avanços, reconheceu o presidente da Ocepar. “Precisamos trabalhar mais em 2022 para obter o mesmo resultado do ano anterior. A Ocepar monitora inúmeros indicadores e temos cooperativas, a exemplo da Coopavel, que são altamente profissionais e registram uma trajetória de crescimento impressionante”, destacou Ricken.


Assessoria.





COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login