Seu mundo pode desabar

Por Juliano Gazola 21/11/2022 - 14:35 hs

Será que você já ouviu esta expressão “meu mundo desabou”? Creio que até mesmo você tenha dito ou conhece alguém que passou por isso.

Será mesmo que o mundo pode desabar sobre a sua cabeça?

A tragédia, que é uma forma de drama, frequentemente causada pelo destino ou sociedade. Assim como a ilusão que é uma confusão que o indivíduo não consegue diferenciar a realidade da aparência. Tanto a tragédia e a ilusão são faces da mesma ilusão.

O medo de tudo é um sintoma, principalmente para pessoas que vivem em um mundo de felicidade imaginária.

O que tenho aprendido desenvolvendo a bioliderança é que a ilusão não é um alívio para as nossas angústias e sim a grande causa delas.

Ficar a todo o momento com aqueles pensamentos de que o seu amor está te traindo, que seus amigos vão te abandonar, que seu chefe vai te demitir, é uma parte dolorosa de uma vida fantasiosa.

Até mesmo, muitas pessoas ficam fantasiando alegrias, tais como: ah, que bom seria se eu tivesse me casado com meu amor de infância.

A verdade que bate no peito é que a fantasia serve como fuga para as contrariedades da vida. Essa é a pancada que o desenvolvimento intelectual e espiritual proporciona.

Contudo, precisamos das contrariedades em nossas vidas para crescer, pois é por meio delas que buscamos a perfeição.

Quando escolhemos aceitá-las é que a vida torna-se mais saborosa, pois o mundo que nos ameaçava desmoronar na cabeça já não nos coloca mais medo.

Será que você vive em um mundo real ou mais na fantasia? É possível desenvolver âncoras que podem nos manter na realidade?

Outra verdade aprendida é que sofrer na imaginação é pior do que sofrer na realidade! Pense sobre esta frase: sofrer na imaginação é pior do que sofrer na realidade!

Para trabalhar duro, ser forte e servir, precisamos ter paz no coração e é nosso dever alcançar a felicidade real. Mesmo assim, esta paz real não nos afasta das contrariedades.

Quando verdadeiramente aceitamos que a vida real apresenta muitas dores, zeramos as chances de ficar pensando o que os outros pensam de nós e a felicidade aumenta, pois nos tornamos melhores a cada dia.

Criar âncoras para nos manter na realidade é necessário, pois a imaginação é como se fosse a louca da casa, pois se você permitir, ela vai levá-lo aonde você não planejou ir.

Quero ajudar você, então responda o seguinte: quais os deveres que você tem que cumprir diariamente? Escreva num papel pelo menos três e ainda enumere em ordem de importância.

Sempre que tiver que fazer a tarefa mais importante, sorria para você mesmo e diga a você mesmo. “Essa é a minha âncora que não me deixa fugir do mundo real”.

Quando você sentir mais leveza nessa tarefa, será o momento de escolher uma nova âncora.

Se gostou, compartilhe, esta foi a Bioliderança de hoje, tenha uma ótima semana.


- Juliano Gazola é fundador da Bioliderança no Brasil, business executive coach e reprogramador biológico.